Nov 12, 2011

Seguranca de nada

Sempre pensei que algum dia alguém teria que me amar.  Que eu nao teria opcao, que cairia em amor sem dar assento.  Que para cair no amor voce so precisava existir.  E seria bastante.

Mas aprendi que a existencia nao necesita o amor.  Que e possivel existir, respirar, ser -- sem um outro que te ama.  E que nada vai garantizar que o amor vem para voce.

Nessa existencia, temos a seguranca de nada, meu.  Nada vem, meu, nada vem.

No comments:

Post a Comment

Portland, First Impressions

The first thing I saw when I got to Portland was a legion of homeless bums, wandering and chilling in the streets. You might say I just hopp...